fbpx

Nome para empresa: aprenda como definir o nome perfeito!

Persona x Público-alvo: entenda a diferença e como usar cada um!
22 Março, 2020
Blog para e-commerce vale a pena? Tudo que você precisa saber!
30 Março, 2020

Dar um nome para empresa não é uma tarefa fácil e muito menos simples, é um processo que deve ter tanta importância quanto qualquer outro dentro da construção de uma empresa. 

Independente se o seu negócio é um e-commerce ou um negócio local, o nome faz parte da personalidade da marca, e se você quiser que o seu empreendimento cresça precisa se dedicar a essa etapa.

Por isso, vamos abordar a importância do nome para empresa, algumas dicas para escolher o nome ideal, como registrar o nome do seu negócio, além de uma dica extra no final. 

Importância do nome para empresa

Criar um nome para empresa é uma etapa fundamental para que seu negócio tenha sucesso, porque é por meio dele que as pessoas vão encontrar sua empresa e talvez lembrar dela. 

A criação do nome faz parte do branding da marca, ou seja, vai muito além de nomear sua empresa, é uma forma de posicionar sua marca de maneira que gere valor e conexão com o seu potencial cliente.

Não pense que é um processo banal, pois faz parte da sua estratégia de marketing e da construção da sua marca em si. Deve refletir os valores do seu negócio e o seu diferencial, por isso fuja do óbvio e do comum, seja criativa! 

Dicas para construir uma marca sólida e um nome para empresa

1. Pesquise a concorrência e outras empresas

Faça uma lista de todos os seus concorrentes e analise os nomes de cada um, além disso pense na marca de cada um como um todo. Reflita sobre o que vem na sua mente ao pensar no seu concorrente. 

Faça outra lista com empresas de outros segmentos que você admira e que passam uma imagem parecida com a que você quer transmitir.

2. Alinhe o nome com a visão do seu negócio

Esse é um exercício que você pode fazer, não só para escolher o nome mas também para criar a sua marca como um todo. Vá um pouco além da definição da visão de um negócio, pense em que sensação você quer transmitir para seu cliente, que ideia seu negócio quer passar?

3. Liste todas as ideias 

Se você tiver uma equipe para te ajudar nesse processo, pode fazer uma reunião para coletar ideias de nome para a empresa. Anote todas as ideias, independente da qualidade, esse momento não é para avaliar, e sim para listar o maior número possível. 

Caso você não tenha uma equipe, liste as suas ideias e peça sugestões aos seus amigos e familiares.

4. Escolha um nome simples e coerente 

Outro ponto importante na hora de definir o nome do seu negócio, é facilidade das pessoas memorizá-lo. Assim como deve ter coerência com o segmento escolhido. Alguns cuidados para escolher um bom nome: 

  • Deve ser simples de pronunciar; 
  • Fácil de lembrar; 
  • Criativo e diferente; 
  • Deve refletir os valores de seu negócio;
  • E ser curto.

Evite nomes: 

  • Complicados, que somente profissionais da área entenderiam; 
  • Que não tenham nenhuma relação com a marca ou segmento;
  • Difícil de entender.

Como registrar o nome para empresa?

Registrar o nome da sua marca é uma forma de evitar cópias e proteger seu negócio, além de garantir o uso exclusivo em todo território nacional. 

Antes de registrar uma marca, é preciso fazer uma pesquisa no Sistema de busca de marcas do INPI para saber se ainda está disponível para registro. Esse registro pode ser feito por qualquer pessoa, mesmo pessoa física.

Feito isso, é preciso definir o setor de atividade do seu negócio e pagar pelo processo, fique atento pois os microempreendedores possuem desconto especial. Em seguida, é só acompanhar o processo pelo site do INPI

Outro passo importante é registrar um domínio, e para isso você pode fazer uma consulta em sites que fazem esse tipo de serviço, como o Registro Br, para saber se o nome ainda está disponível. 

A recomendação é que o registro de domínio seja feito logo no início, pois outra pessoa pode registrá-lo e não é possível registrar dois sites com o mesmo nome. Mesmo que a sua loja virtual ainda esteja no papel, tenha um domínio para evitar problemas futuros. Além disso, o custo é muito baixo e você pode pagar por ano.

Passos para legalizar seu negócio com o MEI

Ter um negócio regularizado é importante, não só para que você garanta sua aposentadoria, como também permite que você tenha um CNPJ. Com ele, é possível emitir notas ficais, criar conta empresarial em bancos e ainda conseguir empréstimos. 

Passo 1

Identifique se seu negócio se enquadra. Antes de tudo, é preciso verificar se seu negócio está enquadrado nas atividades permitidas para você ser considerado MEI. Você pode ter uma atividade principal e até 15 secundárias.

Passo 2

Registre-se no site do governo, é rápido e você não paga nenhuma taxa por isso.

Passo 3

Inscreva-se no Portal do Empreendedor, para chegar nessa etapa é necessário que já tenha feito o cadastro no site do governo, caso contrário não será possível.

Passo 4 

Coloque o nome fantasia e as atividades do seu negócio, sendo uma principal e até 15 secundárias. Não esqueça de seguir as dicas para a escolha do nome.

Passo 5

Indique o CEP da sua residência e o CEP onde funcionará a sua empresa. 

Passo 6

Leia atentamente as informações e concorde com o simples nacional. Após isso, você receberá um código de confirmação em seu celular, é só confirmar e pronto!

Em resumo, a escolha do nome para seu negócio deve ser feita com muito cuidado, porque essa é primeira coisa que seu cliente entrará em contato. Além de representar os valores do seu empreendimento. 

Espero que esse artigo tenha esclarecido melhor esse processo. Ficou alguma dúvida? Pode deixar aqui nos comentários que será um prazer te responder!

taispereiraoficial
taispereiraoficial
Empreendedora Digital em busca de ajudar novas Empreendedoras como EU!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *