fbpx

Impacto do Coronavírus no e-commerce + 6 dicas para reduzi-lo!

Como fazer marketing de conteúdo para e-commerce? Aprenda agora!
18 Março, 2020
Persona x Público-alvo: entenda a diferença e como usar cada um!
22 Março, 2020

Não há dúvidas quanto ao impacto do coronavírus na economia mundial, e como ainda não existe previsão para o fim da pandemia, serão necessárias algumas ações para diminuir os estragos em seu negócio. 

Sendo assim, quero te mostrar soluções para diminuir o impacto do Covid-19 no seu e-commerce, além de outras dicas para manter seu negócio funcionando nesse momento de crise.

Imagem do coronavírus

Impacto do Coronavírus no e-commerce

Essa Pandemia não só está afetando a saúde da população, como também a saúde dos negócios. E para entender o impacto do coronavírus nos empreendimentos tanto físicos quanto digitais, no Brasil, precisamos olhar para os outros países afetados.

Um dos pontos principais que o Covid-19 trouxe à tona, é o quanto a economia mundial depende da indústria chinesa. Isso fica claro quando vemos empresas gigantes como a LG e Honda, planejando suspender operações por falta de matéria-prima.

No e-commerce a situação é um pouco diferente, pois com o isolamento, os consumidores estão deixando de sair de casa, e com isso a demanda de produtos online está aumentando. 

Porém, isso não é necessariamente um cenário bom, porque com o aumento da demanda de produtos, será necessário enviar esses pedidos, e como as transportadoras estão limitadas, o tempo de entrega será bem maior. 

Entregador segurando uma caixa. Alternativas para diminuir o impacto do coronavírus.

Situação dos correios

Apesar de alguns rumores de que os correios não irão funcionar, apenas alguns serviços da autarquia federal estão indisponíveis. De acordo com os comunicados sobre o coronavírus emitidos pelos correios, estão suspensos os serviços com hora marcada (SEDEX 10, SEDEX 12, SEDEX Hoje e Telegrama), Logística Reversa Domiciliária, Marketing Direto, Exporta Fácil Premium, Exporta Fácil Expresso, Documento Internacional Premium e Documento Internacional Expresso. Além disso, serão acrescentadas as entregas mais 3 dias úteis ao prazo. 

As entregas internacionais para certos países estão suspensas ou restritas, porém os serviços de SEDEX e PAC estão funcionando normalmente, segundo o comunicado dos correios.

Por isso, se as encomendas do seu e-commerce dependem somente dos correios, é hora de buscar alternativas. É importante que o seu negócio não dependa somente dos correios, por isso busque outras empresas que fazem esse serviço, para não prejudicar seu comércio eletrônico. Listamos algumas opções de empresas: 

  • Total Express
  • Andorinha Express
  • Arena Cargo
  • Ativa Logística
  • ASAP Log
  • Atlas Transportes
  • Atual Cargas
  • Azul Cargo Express
  • Send4
  • Transmoto Logística
  • Mandaê
  • Loggi
  • TransOcidente
  • Transfolha
  • TNT Express
  • Soulog
  • Speed Log Express
  • RTE Rodonaves
  • Reunidas
  • Rede Express
  • ProntCargo
  • Plimor

Essas são algumas opções de transportadoras para enviar suas encomendas, então avalie cada uma delas e veja qual é a melhor para seu negócio.

Mulher trabalhando em casa para diminuir o impacto do coronavírus em seu negócio.

Dicas para amenizar o impacto do Coronavírus em seu negócio

Não sabemos por quanto tempo esse problema irá durar, por isso é importante implementar mudanças em seu e-commerce para que ele sobreviva ao Covid-19 e para o pós-coronavírus.

Procure mais fornecedores

Essa é uma das melhores formas, já que depender de um único fornecedor pode até mesmo quebrar seu negócio. Então, busque outros fornecedores nacionais para cada categoria de produto do seu e-commerce, com isso você não corre o risco de não receber as encomendas.

Assim, caso aconteça algum problema com um fornecedor, você não precisa entrar em desespero, pois tem o contato de outros que podem lhe atender.

Aumente o estoque

Apesar da recomendação ser manter o estoque baixo para reduzir os custos, com a crise é preciso fazer uma exceção a essa recomendação. Não só durante a crise como depois, pois quando a pandemia terminar, várias empresas farão pedidos grandes ao mesmo tempo. Ou seja, o pequeno empreendedor terá que desembolsar muito mais, então aumente o seu estoque para manter seu negócio de pé no pós-coronavírus.

Aproxime-se do seu cliente

Com esse momento de crise, é importante que os canais de atendimento ao cliente estejam funcionando a todo vapor, para evitar problemas com cancelamentos e reclamações. Uma boa alternativa é fazer postagens nas redes sociais informando que apesar da demora na entrega, todos os produtos serão entregues, como uma forma de tranquilizar seu cliente.

Além disso, seja sincero e mostre os bastidores da empresa, e como o coronavírus está afetando seu negócio, isso aproxima as pessoas de sua marca. 

Busque alternativas de envio

Além das transportadoras convencionais, busque outras formas de envio, como por exemplo entregas por meio de motoboy ou bicicleta se forem entregas locais. Na lista que colocamos aqui no artigo, existem algumas opções alternativas. Mas lembre-se de implementar medidas de segurança aos funcionários.

Planeje-se

Monte um plano de ação para você e sua equipe lidar com esse momento de crise, faça uma lista de todas as alternativas e formas de manter seu negócio funcionando. Porém, não fique no planejamento, coloque o plano em prática! (acabou?)

Equilibre os seus custos e receitas

Entre em contato com seus fornecedores e peça um prazo maior para o pagamento de suas obrigações, assim você consegue ganhar mais um tempo, para buscar outras opções de receitas. 

Corte os gastos desnecessários, analise todos os seus custos e tire tudo aquilo que não for essencial para manter seu negócio funcionando. 

Agora é o momento de ampliar os canais de vendas de seu e-commerce, com marketplaces, redes sociais, aplicativos de delivery e outras opções disponíveis. Embora muitos desses canais tenham taxas, é importante que você consiga alcançar mais clientes e fazer mais vendas, para não ficar no prejuízo.

Pessoa buscando formas de reduzir o impacto do coronavírus em seu e-commerce

Conclusão

Por fim, cuide para seu negócio sobreviva a essa pandemia e faça um planejamento para quando a crise passar. Lembre-se de tomar medidas de segurança para que seus funcionários se mantenham saudáveis e evitar a contaminação. 

Espero que esse artigo tenha te ajudado a desenvolver um plano de ação para salvar seu negócio. Se ficou alguma dúvida, pode deixar aqui nos comentários que te respondo o mais rápido possível.

taispereiraoficial
taispereiraoficial
Empreendedora Digital em busca de ajudar novas Empreendedoras como EU!

3 Comentários

  1. Paulo diz:

    Olá Tais Pereira Quer conhecer a lista de fornecedores escondida a sete chaves pelos lojistas?
    Você vai vender mais barato e ganhar muito mais, ou seja, é tudo que um revendedor precisa!

    Acesse esse link e aproveite: https://bit.ly/tudoqueumrevendedorprecisa

  2. jakeline oliveira diz:

    Ola Tais Pereira tudo bem? Conheça a lista de fornecedores de sucesso, escondida a sete chaves pelos lojistas!
    acesse este link e comece agora:
    https://bit.ly/melhoresfornecedoresdobrasillista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *